2 a 4 Anos: Manias e Tiques

Recebemos inúmeros comentários sobre a fase de 2 a 4 anos de crianças e procuramos organizá-los para facilitar a consulta para quem possa se interessar. Esses são aqueles relacionados às manias e tiques nervosos.

Para mais informações sobre esta fase etária, veja os links a seguir:

“Mente de 2 a 4 anos”

  1. Criando Um Ambiente de Aprendizado…
  2. Comportamento, Disciplina, Agressividade
  3. Manias e Tiques
  4. Desenvolvimento (Fala/Vocabulário, Desenvolvimento Motor)
  5. Adaptação na Escolinha
  6. Timidez e Autoestima fragilizada
  7. Identificação sexual
  8. Sexualidade nesta fase?
  9. Amamentação nesta fase
  10. Difícil colocar para dormir
  11. Ciúmes de um dos pais
  12. Tão tranquilas que preocupam…
  13. Chorando muito…
  14. Medos…
  15. Alimentando-se pouco…
  16. Largando as fraldas...
  17. Preferência por um dos pais
  18. Largando a chupeta

XXX

19/04/2011 Comentário recebido:
Minha filha tem 5 anos e meio. É alegre, inteligente e tem atitudes autossuficientes. É bem carinhosa, mas quando se irrita com algo que não quer aceitar fica bem nervosa, grita, briga como toda criança. E depois fala que é feia, que o cabelo é feio, acho que é uma forma de demonstrar que está arrependida. Acho que ela é uma criança mais esperta que outras e percebe e aprende rapidamente as coisas. Ela é bem agitada, mas quando tem que parar para fazer algo ela para e é concentrada, mas ultimamente tem tidos uns “TIQUES” . Tem piscado bastante e raspa a garganta,  principalmente, quando deita até dormir. Antes de dormir, rezamos e, às vezes, conto historias. Tenho um Studio de Personal Trainer e meu horário de trabalho considero flexivel e os horários que não estou em casa ela fica com uma babá maravilhosa que está com ela desde quando nasceu e as duas são apaixonadas uma com a outra.

Eu e meu marido dividimos bem nossas responsabilidades com nossa filha é por isso que não entendo o motivo desses TIQUES. Como já quero outro filho, reconheço que as vezes tenho exigido um pouco dela a fazer coisas sozinhas como escovar os dentes a 1a. vez sozinha e a 2a. eu limpo melhor, tomar banho sozinha, tarefinhas que acho que já tem condições de fazer, para que o ano que vem quando eu tiver outro filho ela não sinta que estou deixando ela para cuidar do irmão. Falei um pouco da nossa relação para que você possa nos ajudar com relação a esses TIQUES que estão me preocupando. Outro detalhe, é bem elogiada na escola em todos os sentidos, é super enturmada com bastante crianças, inclusive de outras turmas e é muito inteligente.

Marilena responde:
Você mesma já relatou o motivo dos tiques: Cobranças com higiene. Todo tique é resultado de ansiedade e pode surgir por causa de cobranças.
Crianças, nessa idade, ainda precisam que você escove os dentes (mesmo porque não existe ainda desenvolvimento adequado do movimento fino e, por isso, você terá de escovar os dentes dela até a idade de 7 anos, para que ela não tenha problemas com dentição).
Tomar banho sozinha, também, precisa de sua ajuda para que haja um asseio completo e perfeito.

Quando a criança ainda não está “pronta” para essas tarefas e é deixada sozinha para fazê-lo, se sente totalmente insegura e abandonada. Por isso, o motivo dos tiques.

Ela só se sentirá preterida pelo bebe, se você deixar de brincar com ela, separadamente, ou deixar de dar a atenção que hoje dá a ela. Naturalmente isso será reduzido, mas, agora, ela precisa de você para retornar às antigas tarefas com sua ajuda para que fique menos ansiosa.

XXX

Comentário por Cristina – Novembro 7, 2007

Meu filho de 2 anos há cerca de 3 semanas começou a piscar muito repetidamente os olhos, às vezes, até franzindo o nariz. Além da hipótese de estar com algum ressecamento nos olhos, pensei se não poderia ser um tique nervoso se desenvolvendo – mas aos 2 anos – acontece isso?

Meu principal receio é que tenha herdado isso de mim, pois tive TOC em minha infância e adolescência.

É possível?

Marilena responde:

Observe primeiro se há alguma coisa nos olhos como você mesma disse. Nessa idade há inúmeras alternativas. Geralmente a criança aparece com esse comportamento quando há tensão demais em casa, como por exemplo, quando há mudança no quadro de empregados, ou a mãe se ausenta mais do que o costume, ou a criança passou por algum problema de saúde, ou começou a escolinha, etc. Ou seja, primeiro é importante verificar se houve alguma mudança no ambiente da criança para depois pensar em alternativas. Os tiques são comuns quando uma criança, por exemplo, tem seu tempo cheio de atividade e precisa cumprir um cronograma intenso e exagerado para sua idade. Além da escola, seu tempo e preenchido por outras tarefas e ela mal tem tempo de brincar e relaxar. Tique geralmente é igual a tensão e stress. Crianças precisam ter um tempo bem mais flexível e relaxado.

Observando o cotidiano de seu filho e as mudanças que talvez estejam ocorrendo no seu dia a dia, você conseguirá interferir e interromper esse processo. Depois me avise.

Comentário por Cibelly – Novembro 20, 2007

Meu interesse em entrar neste site foi justamente por meu filho de 2 anos também apresentar sintomas de tique nervoso. Ele passa a mão na boca várias vezes ao dia como se estivesse limpando, só q não há nada pra limpar… já olhei a boquinha, etc. E, sempre, limpa do lado esquerdo. Falei algumas vezes pra ele parar mas não adianta… então resolvi ignorar até saber o que fazer.

Penso que está sentindo falta do pai, pois meu marido está morando em outra cidade, por motivos de trabalho e vem apenas 2 vezes por semana e sempre passa o fim de semana conosco… mas, eles são muito apegados… penso q o motivo do tique seja isso… Oriente-me por favor. Obrigada.

Marilena responde:

Geralmente o motivo de um tique nervoso nessa idade é por alguma alteração do ambiente da criança, de seu dia a dia. A ausência de mãe e/ou pai, rigidez na educação, cobrança de comportamento e horários ainda nessa idade é muito precoce.

Caso isso esteja acontecendo, você pode moderar a cobrança. Se não for o caso, tente suprir a falta do pai ficando o máximo de tempo com ele e faça as brincadeiras que comumente seu marido faria com ele.

Mas quando o pai estiver em casa, deixe os dois juntos o máximo que puder.

Nessa fase no entanto, a presença da mãe ainda é a mais importante na formação da criança. Ele precisa muito mais de você agora. sua atenção é mais necessária do que a do seu marido. Note, que isso não significa que a atenção de seu marido não seja importante. Ela é e sempre será significativa, mas nessa idade, seu filho precisa muito mais de você.

Talvez o tique esteja manifestando alguma lacuna de entrosamento entre vocês também.

Quando for colocá-lo para dormir, passe mais tempo com ele, contando estórias e na hora da alimentação tenha paciência, pois as crianças nessa idade geralmente são mais lentas, se distraem com facilidade e muitas vezes a mãe perde a paciência, exigindo que tudo “ande rápido” desde tomar banho, trocar de roupa, ir para cama, etc…

Como o aprendizado nessa idade é muito variado e há uma série de coisas a serem notadas pela criança, ela se distrai e é claro, anda num ritmo mais lento do que o desejado pelos pais. Surge aí a tensão, o que culmina num tique, por exemplo.

Observe tudo isso e é provável que você encontre exatamente o ponto de tensão de seu filho.

Comentário por Sol – Novembro 25, 2007

Minha filha de 6 meses começou a encostar a cabeça no ombro de forma rápida e repetida a uns três dias. Pode ser um tique nervoso? Como identificar?

Marilena responde:

Nessa idade não há suspeita de TOC. Não se preocupe. Nem de tique. Observe, no entanto, se algo não a incomoda no ouvido. Qualquer dor ou incomodo pode provocar esse movimento. Mas fique tranquila quanto ao tique ou TOC.

Comentário por Beatriz – Fevereiro 18, 2008

Minha filha de 6 anos fica o tempo todo mexendo as mãos e olhando, diz que não consegue parar e quando anda fica olhando para os pés também como se fosse uma necessidade. Será um TOC? Por favor me responda. Sua pediatra disse para eu repreendê-la ….

Marilena responde:

Geralmente isso é fruto de uma ansiedade. Como anda o dia a dia dela? Tem uma rotina cheia de coisas para cumprir, tem tempo para brincar e tempo para ficar com você?

Caso você a repreenda e isso de fato seja consequência de ansiedade, ela com certeza substituirá esse comportamento por outro.

Por exemplo: quando uma criança rói as unhas e é repreendida, ela geralmente usa outra coisa no lugar, como puxar o cabelo ou piscar os olhos ou outro tique nervoso.

O importante é verificar a ORIGEM da ansiedade.

Existe pressão para que ela faça tudo a tempo, sem erros, por exemplo? Existe cobrança demais?

Pense sobre isso tudo.

Falar em TOC ainda é prematuro. Nessa idade, geralmente, comportamentos desse tipo têm como base a ansiedade.

Comentário por Telma – Maio 24, 2008

Nossa!! Muito bom este site! Quero parabenizá-los…

Gostaria de orientação quanto ao meu filho de 2 anos e 7 meses, queria saber se é normal o fato dele brincar muito com bichinhos, ele despreza os outros brinquedos ou atividades (exceto TV.. ainda que assista canal educativo e com bichinhos, claro!) e até mesmo os carrinhos vira um bichinho e ele então cria símbolos e coloca todos eles (os carrinhos) para conversar…

Atualmente, tem uns dois dias, ele começou a piscar muito os olhos… não sei se é tique ou se ele está imitando um coleguinha vizinho nosso que brinca com ele!

Tudo isso é normal?

Marilena responde:

Nessa idade, principalmente, com meninos, é normal que ele se interesse por tudo que tenha movimento.

Os bichos se encaixam nessa situação.

No entanto, é importante brincar com ele com outros brinquedos para que ele tenha um leque bem grande de opções.

Quanto ao piscar os olhos, pode ser sim uma imitação do coleguinha.

No entanto, crianças com mais idade e muito tensas também apresentam tiques.

Como ele ainda é muito novinho, parece mais um imitação.

Continue observando.

26/6/2008 Comentário recebido:

Olá, estava lendo sobre a mente dos 2 aos 4 anos e sobre os comentários de algumas mães que relatam que seus filhos de 2 anos apresentam tique.

Minha filha está com 2 anos e meio e também começou a apresentar tique, ela pisca os olhos juntos, geralmente, por duas ou três vezes seguidas, começou a pouco tempo, mas antes dos tique começarem ela franzia a testa quando eu conversava com ela, ou quando lia historinhas, também achei que pudesse ser algum problema de visão, mas acho q não teriam os tiques q começaram agora…

E lendo sobre as respostas dadas as outras mães pude perceber q acho q é por um excesso de cobrança em relação ao comportamento dela.

Não houve nenhuma mudança (escola, parentes, separações), mas eu e meu marido cobramos alguns comportamentos que, lendo sobre o desenvolvimento da criança nesta fase, pude perceber q estamos cobrando muito.

Cobramos q ela se comporte à mesa, por exemplo, não pegando a comida com a mão, q se mantenha sentada direitinho, pois ela fica escorregando da cadeira e virando-se de lado, cobramos q guarde um brinquedo antes de pegar outro, entre outras coisas. É ruim falar sobre isso, pois coloca sobre nós uma “culpa” e se “erramos” não é proposital, muito pelo contrário é querer tudo certinho demais.

Tanto q quando ela age da forma q estávamos esperamos ela fala: viu mamãe eu guardei tudo, ou então, hoje eu não chorei pra lavar o cabelo… são coisas q não sei se ela fala pra mostrar q nos agradou ou para ser elogiada. A impressão q dá é q ela faz só pra nos deixar satisfeitos.

Quando começaram esses tiques foi como um termômetro mostrando q algo não estava bem,

então pesquisei algumas coisas e conversei com meu marido e realmente chegamos a conclusão q precisamos dar tempo ao tempo para q ela seja capaz de entender algumas coisas que ela ainda não tem capacidade e que precisamos urgente melhorar nosso comportamento em relação à cobrança que fazemos encima dela.

Na verdade gostaria de saber se ao “aliviar” e relaxar um pouco ela vai se sentir melhor e com isso melhor o estresse dela e os tiques ou será preciso alguma outra intervenção como um auxílio psicológico, e se tem um parâmetro de tempo q eu possa ter para saber quanto tempo demora para esses tiques melhorarem, pois eles melhorando seria como um sinal de que estamos caminhando para um caminho mais adequado!

Muito obrigada, vou ficar aguardando uma resposta q tenho certeza me ajudará muito! e parabéns pelo seu belo trabalho.

Marilena responde:

Você tem razão quando diz que percebeu a cobrança em sua filha.

Realmente, nessa idade, elas ainda não estão prontas para terem um comportamento, à mesa, por ex., como uma criança de 8 anos. Ela, ainda, precisa sim, sentir a comida com a mão de vez em quando, ou escorregar na cadeira.

Deixe-a mais à vontade.

Ela já sabe que precisa andar “certinha” para agradar vocês, quando avisa que fez tudo certo.

Ela deve, de fato, sentir-se numa tensão muito grande, pois precisa vigiar-se o tempo todo para não receber uma reprimenda. O reflexo disso, como você percebeu, são os tiques que vão variando e se alternando com o tempo.

Deixe-a mais livre, mais à vontade. Ela tem somente 2 anos.

Os tiques irão diminuir até acabarem e serão um grande “medidor” para você acompanhar se, de fato, você continua com cobranças ou não.

Não há necessidade, por enquanto, de um psicólogo, pois você mesma irá medindo seu comportamento com ela.

Espere alguns meses e vá acompanhando.

Caso a situação persista ou piore, seria adequado buscar um profissional.

Talvez esteja havendo mais pressões em outras áreas.

A orientação, no entanto, será para os pais, pois crianças nessa idade, raramente precisam de terapia, apenas uma avaliação pelo psicólogo (ou nem isso) e, depois, então, orientação aos pais. O comportamento de crianças geralmente são uma consequência do comportamento dos pais.

Comentário por Resline – Julho 29, 2008

Por favor, me responda, pois tenho uma filha de 3 anos, ela tem tique nervoso, pois sempre quando parece que ela fica feliz, ela começa a tremer a mão bem rápido, abre a boca, as vezes ela treme quase o corpo todo, parece q fica até sem respirar, isso aconteceu desde q ela era bebê de 6 meses, quando brincavam com ela ficava assim, me responda se é grave isso. espero a resposta com muita pressa.

Marilena responde:

Se o pediatra não encontra nada em seu comportamento, não se preocupe.

A criança ansiosa balança o corpo todo e fica assim desde bebê.

O descontrole faz parte da emoção, assim como nós adultos, nos descontrolamos e ficamos ansiosos quando temos de falar para uma platéia, perdendo o controle da respiração ou mesmo quando a pessoa está prestes a se encontrar com alguém que gosta muito (típica reação de adolescentes).

À medida que o indivíduo amadurece, também, amadurece suas emoções e passa a ter maior controle sobre elas.

Sua filha também passará pelo mesmo processo. Não se preocupe. Algumas crianças são mais ansiosas, outras menos, mas não se preocupe.

Esse é um comportamento de ansiedade por estar desejosa de estar com você.

About these ads

24 opiniões sobre “2 a 4 Anos: Manias e Tiques

  1. Tenho um filho de 3 anos e 9 meses, que neste anos comecou apresentar algumas manias diferentes. Sempre foi muito inteligente, com 1 ano e oito meses ja sabia contar ate 10 e algumas letras do alfabeto,gostava de brincar de futebol, era muito inteligente tudo que eu ensinava ele aprendia com facilidade, eu e meu marido moramos com meus pais ,sempre foi muito paparicado por nos e pelos avos, ele e nosso primeiro filho, nao teve muito contato com criancas, so quando passeamos em festas,etc. Este ano comecei a trabalhar no periodo das 14 as 22hs e meu marido faz das 06 as 15hs, logo matriculei na pre escola, mas ele nao se adaptou a professora me disse que ele chorava o tempo todo, nao se inturmava com ninguem e logo dormia, o troquei de orario mas nao adiantou, entao resolvi tira-lo e tentar no meio do ano. Depois disso ele comecou a ficar mais quieto, quando agente o chama ele nao responde, ele comecou a falar outra linguagem enrrolada, pula muito, fica correndo pela casa, morde os dedos (indicador) ate formou calos,roe unhas, range os dentes, as vezes treme, a unica coisa que lhe deixa mais quietinho e assistir desenho, quando vamos conversar com ele , ele so repete as falas dos desenhos que assisti, percebi que o desenho do pica pau o deixava muito tenso ele comecou a morder os dedos e pular quando assistia esse desenho, entao resolvi nao ligar mais a tv qdo estiver passando so que ele continuou tenso. Nao tem mais entusiasmo para brincar de bola, a unica coisa que gosta e do balanco, ele fica toda hora abrindo a geladeira procurando algo para comer, as vezes ele fica com o olhar bem distante parece que esta em outro mundo, da gargalhadas sem motivo aparente, por esses dias ele parou com as risadas. A pediatra falou que e normal, talvez foi alguma coisa que abalou, ela fez uma perguntinha para ele e ele respondeu, ela disse que ele interage, mandou eu passear mais com ele. Percebo que quando levo ele para passear ele nao faz essas coisas, responde as perguntas e so chegar em casa e ele comeca. Levei no neuro, fez o eletro e deu o sistema nervoso um pouco irritado, mas nada grave, ele esta tomando Tegretol faz 5 dias, percebi que ele esta dormindo mais, mas as manias continuam, sera que essas atitudes sao normais e vao desaparecer, devo fazer algum outro exame, sera que devo sair do meu emprego, o tempo que fico em casa dou o maximo de atencao possivel ele fica bem contente e brinca, ate esquece um pouco dos tiques as vezes pula e range os denets eu chamo sua atencao ele logo disfarca dizendo vamos brincar, mas acho que nao esta sendo suficiente, estou tao triste o que esta acontecendo com meu filho, o que devo fazer.

    Observação: a resposta dada diretamente foi rejeitada por erro no endereço de e-mail. Por isto, estamos publicando diretamente aqui.

  2. Marilena responde:
    Parece que ele sente sua falta e, talvez, a adaptação na escolinha não tenha sido bem feita. Você fez a adaptação aos poucos? Ficou 1hora com ele na sala no promeiro dia, no segundo ficou mais 1 hora, no terceiro ficou fora da sala, mas no corredor com ele, sabendo que você estava por perto e podendo vê-la quando quisesse, no outro dia mais 2 horas e assim por diante?

    Caso a adaptação não seja bem feita, a criança começa reagir negativamente em casa, sentindo-se insegura. Os tiques, geralmente, demonstram isso. Tanto é assim, que quando você fica com ele ou sai com ele, ele relaxa e se sente mais à vontade.

    Verifique o lado da adaptação e tente mesmo sair com ele, jogar bola, correr, fazer atividades que “desgastem” o psiquê dele.

    Crianças demontram o mesmo que nós, adultos em situações de ansiedade. Adultos ficam tensos, nervosos, com tiques, roendo unhas, etc…. e por isso precisam de atividade física, mas que sintam desestressados.

    Tente isso com seu filho e mais tarde volte a entrar em contato.

  3. Obrigado, doutora fiquei mais aliviada, vou seguir seus conselhos, estou levando ele para brincar com criancas, vou conversar com a diretora da escola para fIcar com ele, embora da outra vez eu fiquei uma semana mas nao adiantou. A minha mae que cuida dele para eu trabalhar fica preocupada porque ele so fica pulando,fazendo outras linguagens diferentes, fica pensando alto e mexendo demais com os dedos, e fazendo igual os desenhos que ele assiste, falando igual, diminui tambem a tv, acho que esses tiques vem porque tirei o desenho do pica pau, que ele gostava muito mas percebia que nao fazia muito bem a ele, ele ficava muito tenso foi dai que comecou a morder os dedos e depois que eu tirei ele comecou a fazer essas coisas, mas a minha mae tem medo que seja algum probleminha mental, como ja disse levei no neuro, ele fez eletro e so constou irritacao e mesmo tomando Tegretol a duas semanas ele dorme bem mas continuas fazendo essas coisas, de noite qdo vamos deitar ele fica com o pensamneto longe e fica olhando para as maos, as vezes percebo que ele treme. Se fosse dar algum problema pior o eletro revelaria. Me desculpe doutora a amolacao mas e que e meu primeiro filho, e eu fico muito preocupada nem estou dormindo direito, ele interaje bem responde e derepente parece que da um nervoso nele e ele faz aquelas coisas, tenho fe em Deus que isso e uma fase e vai passar, mas a minha mae me preocupa muito, ela disse que esses dias ele fez xixi escondido la fora de casa e tentou lamber, qdo chamado a atencao ela disfarca e fica sem graca. Isso tudo me deixou muito preocupada, sera que devo leva-lo em uma psicologa. obrigada Deus abencoe.
    Observação: a resposta dada diretamente foi rejeitada por erro no endereço de e-mail. Por isto, estamos publicando diretamente aqui.

  4. Marilena responde:
    Se você fica mais tranquila, não hesite em buscar uma psicóloga infantil.
    A escola pode indicar alguém e ela fará uma avaliação de seu filho e poderá melhor orientar você, sem dúvida. Ela, inclusive, poderá orientar melhor você e sua mãe.

  5. Obs.: Estamos publicando diretamente aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.

    Bom dia,
    tenho um gorotinho que vai completar três anos e estou um pouco preocupada com algumas questões:
    1- ele ainda não fala nada, nada mesmo; quando quer algo ele chora e vai na direção do que quer, mas não fala, já tentei estimular não cedendo aos caprichos, mas ele chorou até ficar rouco, mas não falou ( no caso ele queria a mamadeira) e eu não cedi, depois de umas duas horas de choro ele viu que eu não iria dar se ele não falasse o que queria ele desistiu e parou de chorar, mas nunca mais quis a mamadeira. quando a ver já começa a chorar e sai de perto. só aceita se estiver distraido e eu lhe por na boca ou se estiver dormindo. acho que ele ficou traumatizado e não entendeu que eu queria que ele falasse, acho que entendeu como uma punição, não sei.
    2 – ele não aceita que outra criança brinque com ele; sai de perto, morde, empurra ou chora. já adultos ele abraça, beija, quer colo, quer brincar, etc.
    3 – ele não aceita ordens, parece que não entende o que eu falo, exemplo: pega a bola pra mamãe: ele não pega e se eu insistir ele chora e fica muito nervoso. ele entende muito bem o poder do não, exemplo: mexer nos cadernos do irmão; ele vai de mansinho e se me vê já sai correndo pois sabe que vou brigar.
    4- ele fica comigo desde que nasceu; trabalho com crianças de 0 a 5 anos de idade e ele sempre teve bastante contato com outras crianças; embora como tinha a imunidade mito baixa eu sempre deixava-o numa salinha separada, assistindo tv, ou brincando sozinho (mas me vendo o tempo todo, de 5 em 5 minutos eu ia até lá e dava um beijinhoe saia novavamente, embora não conversava muito com ele)
    5 – ele começou com uns tiques quando completou dois anos; sacudia as duas mão bem forte e fechava os olhos toda vez que estava muito feliz. eu pedia para não fazer assim que era feio e pedia que ele batesse palminhas. isso durou uns seis meses, mas acabou parando. agora ele está muito birrento ( exemplo: quando vamos a um restaurante e a comida chega , se esta quente ele faz birra por não saber esperar esfriar, que na hora e só sussega se eu lhe der umas palmadas,sei que é errado, mas não sei o que fazer nessas horas.) agora ele esta com um novo tic: sempre que está feliz ou está nervoso, ou empolgado ele morde a própria mão ou o braço; não cgega a machucar, mas não sei se devo deixá-lo fazer isso ou pedir para para. ex: se ele está brincando num pula-pula com outras crianças e alguma se aproxima dele ele vai para mordê-la, eu falo bravo: não pode morder o amiguinho! então ele morde ele mesmo, mas bem fraquinho, não chega ficar sinal nem nada.
    6- por fim, outra coisa, é o fato dele, apesar de parecer ter uma personalidade bem forte, é de uma sensibilidade incrivel quanto a barulho (pricipalmente choro de outra criança.) quando uma criança grita ou chora perto dele imediatamente ele começa chorar também e corre pra meu colo. quando é aniversário de algum amiguinho e cantamos parabéns ele sai de perto ou começa a chorar. mas é só com a música parabéns para vc; já outras musiquinhas ele adora e dança quando a turminha canta com a professora.
    queria saber o que fazer nessa situações que citei, pois já estou ficando desesperada, pois com meu outro filho foi tão fácil, correu tudo bem ,mas com esse danadinho eu estou penando um bocado.

  6. Marilena responde:
    Primeiro, seria importante o parecer do pediatra para ver se está tudo bem com ele.

    Quanto à fala, ele já poderia estar falando alguma coisa, como mamãe, dá, etc…
    É claro que o desenvolvimento da fala varia entre crianças, mas como você o tem estimulado sempre, alguns exercícios mais específicos podem ser feitos em relação a isso.

    A socialização só acontece a partir dos 2 anos e isso também varia entre crianças e o fato dele morder as outras crianças e não querer ficar perto delas, só demonstra que essa socialização ainda não está pronta; por isso ele prefere os adultos.

    Quando você relata sobre o possível tique que ele teve em sacudir os braços, isso é perfeitamente normal pois demonstra alegria e satisfação e isso não tem porquê, ser reprimido.

    Para você ficar mais tranquila, seria conveniente que procurasse uma psicóloga infantil (não para ele), mas para vocêreceber uma orientação mais detalhada em saber como lidar com ele.

    Munida de todas as etapas de desenvolvimento dele, ela poderá lhe ajudar mais rapidamente.

    A própria escola poderá lhe indicar alguém.

  7. Obs.: Publicamos diretamente aqui, pois a resposta por e-mail retornou por erro de endereçamento.
    Gostaria de saber o que devo fazer quando meu filho de 3 anos começa a apresentar um tique novo. Por exemplo agora ele está com a mania de ficar batendo a mãozinha no fundo de um copo ou brinquedo. Se eu peço para ele parar, mas se descuido tá lá ele de novo. Sei que esse tique é porque ele estava batendo palma muito forte todas as vezes que estava muito empolgado e eu pedia para parar, então ele substituiu por isso, ele parece que tem tendência a sempre inventar um tique novo. O que eu faço? Ignoro ou peço para parar?

  8. Marilena responde:
    Parece que ainda esse comportamento não é significativo de tique, pois existe uma razão para fazê-lo; ou seja, bater palmas fortes quando está empolgado ou mesmo apreciar o som da mão no fundo do copo. A expressão por sons nessa idade é normal. Tique nessa idade seria o de piscar os olhos, puxar o cabelo, roer as unhas.
    Deixe que ele explore os sons como ele queira.

  9. Obs.: Publicamos diretamente aqui, pois a resposta por e-mail retornou por erro de endereçamento.
    08/01/2010 Comentário recebido:
    Meu filho tem tres anos e cinco meses e estou preocupada, pois toda a vez que ele fica entusiasmado/alegre, ou vê alguma coisa em movimento por ex: um carro passando ou se girar alguma coisa perto dele, ele treme as mãozinhas,faz umas caretas,se eu mandar ele parar ele até para,mas depois volta a fazer em situações de alegria ou quando vê alguma coisa em movimento.Fico com medo, pois um ano antes de engravidar eu tratava de uma depressão muito forte,tomei muitos remédios tarja preta,será que podem ter afetado ele de alguma forma? Como eu sei se é só uma mania?

    Marilena responde:
    Quanto à medicação que você usou, poderá perguntar ao pediatra se o uso deles pode ter influenciado de alguma forma sua gestação. Pelo que parece, o uso deles foi bem anterior à gestação e, portanto, parece que não houve interferência . De qualquer maneira, pergunte ao pediatra.

    Quanto à manifestação de ansiedade dele, isso é normal e a criança, ainda “descontrolada” em termos motores, agita-se muito mais, desordenadamente. De qualquer maneira, observe e se isso acontecer fora de hora (quando estiver vendo TV, por exemplo, comendo) busque ajuda à uma psicóloga infantil para que ela possa melhor orientar você.

  10. Obs.: Publicamos diretamente aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.
    MEU FILHO TEM 02 ANOS, ASSIM QUE ELE DESCOBRIU SEU GENITAL ESTÁ COM UMA MANIA DE COLOCAR A MÃO DENTRO DA FRALDA OU CUECA P/ DORMIR OU QUANDO ESTÁ CANSADO.
    O QUE EU FAÇO P/ ACABAR COM ESTA MANIA?

  11. Marilena responde:
    Você deve dizer a ele para não ficar se segurando ou poderá inclusive ficar machucado por isso, o que é um fato.

    Ocupe as mãos dele sempre; com massinha, bolinhas de apertar, geleca, etc…
    Coloque sempre por cima da fralda, uma calça mais apertada que ele não possa abrir ou que não tenha espaço para ele colocar a mão. Mesmo à noite, faça isso.
    Ofereça algum bichinho de pelúcia e diga que o bichinho irá dormir com ele e que ele precisa ficar segurando o bichinho perto dele para que este possa dormir.
    Geralmente as alternativas acima funcionam, mas não a curto prazo.

    Tudo vai depender de quanto tempo ele vem fazendo isso, pois talvez isso já tenha se tornado um hábito e hábitos levam algum tempo para se desfazerem.
    Tudo vai depender somente de sua persistência.

  12. Obs.: Publicamos aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro no endereço.
    Tnho um filho de 4anos e sete meses nao sei ao certo o q ele tm levei ele na neuro e ela disse ser hiperatividade mas so c exams p sabe melhor ele aind vai faze o eletro e a ressonancia p ver o q realmente tm fico mto preocupad e quase sempre me da vontade d chorar ao ve-lo fazer o q ele faz ele anda e corre de um lado p o outro faz um barulho cmo um hum,hum,hum mexe c a boca faz umas carets ate feia e pode fala chama q nao responde cmo estivesse em outro mundo e quando coloca a mao nele ele diz esta machucand e chora mas volta a fazer os moviments novamente ele fazia isso quand era menor mas era uma vez por mes agora é tods os dias e isso doi d+em mim nao sei o q faço vcs podem me ajuda.embora sei q pode ser culpa mha tmbm falava alto c ele e sempre cobrei dele p nao faze bagunç se fez arruma…

  13. Marilena responde:
    Espere pelos resultados dos exames.

    No entanto, verifique se ele tem tido chance de ficar em espaços abertos para que possa correr e explorar ambientes, pois é necessário na idade dele.

    Se você mora em aptartamento, mais necessário ainda, pois crianças criadas em apto ficam “enjauladas” e precisam espaço.
    Independente do resultado dos exames, essa atividade é necessária, nessa idade.

  14. 16/01/2012 Comentário recebido
    Estou muito preocupada. Tenho um filho de oito anos que desde pequeno faz umas coisas estranhas, como balançar as mãos, abrindo a boca, e as vezes grita baixinho. Faz isso quando joga vídeo game e vê desenho. E, agora, tenho mais um filho de apenas 9 meses que faz a mesma coisa. Este, porém, começou mais cedo. Não entendo o que pode ser.

    Marilena responde:
    É preciso que você faça uma avaliação com o pediatra de ambos.
    Somente depois do parecer do médico você poderá pensar em alguma avaliação emocional.

  15. 28/02/2012 Comentário recebido:
    Ola, minha filha de 2 anos e 8 meses esta com um tique que esta piorando a cada dia e virando insuportavel…fica toda hora mexendo no nariz, nao cutuca dentro porque nao ha sujeira, eh por fora, uma com 2 dedos, ou na maioria das vezes com um dedo do, passa pelo lado do nariz inumeras vezes por minuto e se a gente tira ela fica nervosa…mas pelo que percebo eh involuntario…mas chegou num estagio que esta feio…eh o dia todo e a gente fala, parece que ela quer parar mas nao consegue, eh mais forte que ela…ela comecou com isso fim do ano, mas nao dei importancia porque nao era frequente, e ela falava que tinha sujeira…agora de 20 dias pra ca, perdeu o controle…se a gente corrige parece que piora…o que faco?

    Marilena responde:
    Os tiques podem ser causados por pura ansiedade e mesmo muito cedo isso já pode acontecer.
    Eles podem ser causados por inúmeros fatores. Por exemplo: retirada da fralda diurna juntamente com a noturna, troca de empregada, troca de cidade, troca de quarto, mudanças no ambiente familiar como nascimento de um bebê, crises na família onde o ambiente fica estressante e tenso, fazendo com que a mãe, também, fique tensa (isso interfere diretamente no comportamento da criança), cobranças por parte dos pais como o cuidado com os brinquedos , rigidez de horários e afazeres no dia a dia da criança, etc…
    Crianças com pouco espaço para que possam correr e gastar a energia necessária, também, ficam tensas e precisam relaxar com atividades ao ar livre. Isso é necessário que aconteça pelo menos umas 3 ou 4 vezes na semana para que a criança tenha espaço suficiente para se exercitar.
    Verifique tudo isso.
    No entanto, você poderá ajudar sua filha, ocupando as mãozinhas dela com frequência como massinha de modelar, geleca, papel bolha (enquanto ela ve algum DVD), blocos de encaixe, etc….

  16. 20/03/2012 Comentário recebido:
    OBS.: A resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.
    Olá , gostaria de uma orientação sobre como devo agir com minha filha. Ela tem 08 anos e meio, é muito esperta, alegre, extrovertida e carinhosa. Nós a amamos muito e é nossa única filha. Mas, a cerca de 3 meses começou a apresentar sintomas de tiques nervosos, como piscar os olhos, jogar a cabeça para trás e mexer com a boca, além de repetir algumas perguntas insistentemente como: “entendeu”?
    Lendo sobre Tiques, vi que costuma a aparecer entre os 8 a 9 anos e tende a desaparecer em um ano, mas gostaria de saber se devo procurar um Psicólogo ou Neuropediatra, pois não gostaria de esperar UM ano para ver se irá passar. Eu e minha esposa já fizemos uma análise e vimos as possíveis causas, como rotina estressante da escola e demais tarefas, cobrança em casa para ser organizada, educação rígida, enfim vários motivos que a levaram a desenvolver estes tiques. Mas, lhe pergunto o que devo procurar primeiro um psicólogo infantil ou um Neuropediatra? Além, é claro que mudarmos nosso comprotamento em casa com ela! Aguardo sua orientação, obrigado.

    Marilena responde:
    Você deve esperar mais um pouco e investir nas atividades físicas para que ela possa gastar a energia e relaxar se existem cobranças pesadas quanto a rotina, etc….

    Caso nada disso resolva, deve procurar uma psicóloga infantil.

  17. Obs.: Estamos publicando diretamente aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.
    por favor eu tenho 12 anos e quero para de mexer o ombro, eu fico estralando o ombro, tipo os dedos (ficar apertando para estralar),alguem por favor me dê uma dica ai!!!

  18. Marilena responde:
    Todo tique é consequência de pura ansiedade.

    Você não relata se faz alguma atividade física. Isso é essencial para relaxar e gastar a energia, diminuindo a ansiedade.
    Procure algo que você possa fazer nesse sentido e ajudará bastante.

    O equilíbrio entre tensão do dia a dia deve ser compensado com algo que relaxe e distraia você (o que deve ser feito um pouco todos o dias).
    Veja o que distrai você, como leitura, TV, caminhada, etc…e invista isso.

  19. Obs.: Publicamos diretamente aqui porque a resposta por e-mail retornou por erro de endereço.
    tenho uma filha de 10 anos e outra de 5. Não aguento mais a falta de amor que a de 5 tem pela de 10. Sinto-me frustada, pois não sei o que fazer, ela não gosta nem que a irmã olhe pra ela quando estamos à mesa. Sou obrigada, às vezes, a dar mais atenção pra ela porque se abraço a mais velha ela se irrita e ai fica nervosa por qualquer motivo. Ela reclama de tudo e nunca é grata por nada que faço ou dou pra ela. Preciso de ajuda!

  20. Marilena responde:
    Nessa idade, a criança precisa aprender a lidar com a frustração e saber que você sempre irá dividir-se entre as 2 filhas.
    É essencial para o aprendizado dela.

    Ela terá de entender que você tem a liberdade de abraçar sua filha mais velha e que a mais velha tem todo o direito de abraçar ou receber sua atenção.
    Se você se inibir por causa dos reflexos que poderão acorrer em sua filha mais nova e fazer somente o que ela quer, ela dificilmente aprenderá a lidar com a frustração.
    Lembrando inclusive que nesses momento, dependendo da reação de sua filha mais nova, disciplina será necessário.

    Leia os artigos sobre Disciplina, Irmão Maior X Irmão Menor e Ciúme entre Irmãos.
    Links:

    Comportamento, Disciplina, Agressividade

    Ciúmes: Irmão Maior X Irmão Menor

    Comportamento entre Irmãos

  21. Obs.: Publicamos diretamente aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.
    oi meu nome é Karina tenho um menino de 3 anos começou ir pra escola e a professora quer que ele tire a calça a cueca e segurar o pipi dele e depois levanta a cueca e a calça mas ele fica muito nervoso quando peço para ele fazer isso ele fica nem reação parasse não entender ainda sera que ele tem idade? e capacidade pra fazer isso ?ou ela esta exigindo demais dele ?e ele tem uma mania de bater a cabeça na parede ou em outros lugares quando esta com raiva o que faço?

  22. Marilena responde:
    Tudo deve ser feito devagar com a criança para que ela aprenda adequadamente, sem pressa, o que deve fazer.

    Você pode começar a conduzir seu filho nesse aprendizado em casa, com você fazendo cada parte e pedindo “ajuda” a ele.

    Quanto ao fato dele bater a cabeça, quando ele começar com esse comportamento, segure-o, diga que ele NÃO pode fazer isso e saia de perto dele (garantida a segurança dele).

    Recomendo a leitura dos livros da Coleção Imago (<=link), separada por idade. É muito útil e ajudará você.

  23. Obs.: Publicamos aqui, pois a resposta enviada por e-mail retornou por erro de endereço.
    Meu filho tem 6 anos, filho único, já faz 1 ano e meio q ele ta com uma mania de ficar com a lingua total pra fora, eu ja venho cansada de pedir pra ele colocar a lingua pra dentro vivo corrigindo e nada,ele é uma criança esperta,ativo,carinhoso,graças a Deus normal,ele é o meu neguinho mais lindo rsrs,mais todo mundo,primos,amiguinhos,vô,tios comentam e brigam pra ele por alingua pra dentro,ele poe no momento e qndo se destrai ta cm a lingua de novo pra fora,isso me deixa triste,porq ele fica nervoso cm isso de fica-lo corrigindo…não sei o q faço

  24. Marilena responde:
    É preciso que, primeiramente, você o leve ao pediatra para que ele veja se está tudo bem com ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s