BBB: A Fofoca Globalizada

Fofoca

A fofoca eletrônica incorporou-se no nosso cotidiano sorrateira e sutilmente. Aliás, como tudo.

Voltemos ao “século passado”: cidade pequena, sem TV, sem o afã da mulher no trabalho/fora de casa, sem grades nas varandas e sem edifícios gradeados, calçadas sem carros, poucas bicicletas, charretes, etc… Durante o dia ou à noite, havia sempre aquele intervalo do “nada pra fazer” e uma fugidinha à janela para ver o povo passar. Continuar lendo

Natal (Sugestão)

DuasJoaninhas

Este artigo/post, diferentemente de usuais, é apenas uma sugestão.

Há muita literatura infantil, atualmente. Algumas muito boas, outras nem tanto. Como sempre pontuo, crianças aprendem por observação e você pode facilmente fazer com que ela se interesse ou não pela leitura.

Desde cedo, você pode introduzir seu filho no universo literário ou deixar que ele apenas se interesse anos mais tarde… ou, simplesmente, ache a leitura enfadonha, desinteressante e com pouco a acrescentar.
Hora de mudar! Acolha a leitura saudável, bem escrita, com conteúdo interessante, estimulante e que seja um motor propulsor para a continuidade desse hábito.
Aqui vai minha sugestão dentre tantos livros infantis.

Você poderá ler para seu filho ou se ele já o faz, deixe que ele descubra por si só o maravilhosos mundo da fantasia através dessa leitura.

“DUAS JOANINHAS”  de Carmen Abranches Henriques faz esse trabalho deslumbrante e encantador tanto para o adulto que lê para a criança como para a própria criança já alfabetizada, que descobre através dele o encanto da aventura, dos desafios e da exploração. Além disso, ele antecedeu ao livro Jardim Secreto (aquele com desenhos para colorir destinado a adultos). Em cada capítulo ele traz um desenho inacabado e simples, que favorece a criança a terminá-lo a colorir.

Como este Blog apóia a Visão Mundial que ajuda crianças em risco social, fazendo um trabalho há 40 anos aqui no Brasil e há 60 anos lá fora, a autora doou os direitos autorais à essa organização, para projetos voltados para práticas leitoras.

Juntando esses fatores, indico a você um belo e alternativo presente de Natal.
para conseguir o livro e boa leitura!
No Facebook: Duas Joaninhas
Feliz Natal!

Fortalecendo os Vínculos (Adolescentes) – Questionário

 Analise cada resposta sua e veja onde você pode melhorar….

Answer search

Choque de gerações

  1. Você sabe onde seus filhos estão e o que eles fazem depois que terminam as aulas? Se não, por que?
  2. Você conhece os amigos de seus filhos?
  3. Você está pronto a ouvir o que seu filho tem a dizer e a ajudá-lo ou ele prefere recorrer a algum tio ou primo mais velho?
  4. Existe alguma atividade que você faz com ele durante a semana ou fim de semana
  5. Você está sempre disposto a levar seu filho em alguma atividade ou programa que ele queira ir ou sempre dá um jeito de “tirar o corpo fora”?
  6. Vocês costuma gastar tempo conversando?
  7. Existe algum tipo de música, leitura, hobby ou atividade que vocês tenham em comum?
  8. Você costuma criticar as preferências de seu filho em relação à música, roupas, tipo de filmes, leitura, locais que frequenta, etc.?
  9. Suas opiniões são acatadas ou simplesmente ouvidas por mera educação?
  10. Seu filho gosta de sair com você ou foge sempre que você faz um convite?

 Autoridade

  1. Seus filhos tem medo de você?
  2. O que pode acontecer se você for severo demais com seu filho/filha?
  3. A correção sempre deve ser a mesma para todas as ofensas?
  4. Você demonstra amor e afeto para com seu filho quando o disciplina?
  5. Seu filho costuma ver você confessando seus erros e pedindo perdão quando você está errado?

Rebeldia

 

  1. Você costuma usar algum tipo de disciplina em relação a seu filho?
  2. Que tipo de disciplina você costuma usar?
  3. Como você exerce sua autoridade em família?
  4. Você costuma exercer essa autoridade com exagero e percebe quando passa dos limites?

 Autoestima

  1. Você costuma criticar seu filho em relação a atitudes e características físicas com frequência?
  2. Costuma incentivar seu filho em relação ao desempenho escolar, esportes e demais atividades?
  3. No dia a dia, o que você usa com mais frequência? Críticas ou elogios?
  4. Você costuma comparar frequentemente seu filho com os irmãos ou amigos tentando com isso levá-lo a melhorar? Como ele se sente em relação a isso?  Essas comparações surgem efeito?

 

Pressão de grupos

  1. O grupo de amigos dele tem mais influência do que você no comportamento dele?
  2. Se as opiniões dos amigos são totalmente contrárias às suas, existe espaço para uma conversa?
  3. Existe acesso fácil a ele ou você percebe que ele está se distanciando cada vez mais?
  4. Existe a percepção de estar perdendo seu filho para o grupo de amigos?

 

 Analise cada resposta sua e veja onde você pode melhorar….

A Mente dos 7 a 8 anos

Nesta fase, a criança ainda não está pronta para pensar sobre hipóteses. Portanto, é comum a mãe dizer: “Não faça isso ou vai acontecer tal coisa”. É difícil para ela entender, e muito comum, a situação acabar com a famosa frase: “Eu não disse?”

Refira o passado para dar os exemplos, lembrando-a do que aconteceu anteriormente. Pensar sobre o passado é mais fácil para a criança. Continuar lendo

Ciladas

Um caso difícil: uma pessoa casada com alcoólatra ou com marido agressor, vivendo vários anos cuidando e tentando minimizar as sequelas dessa condição, consegue desvencilhar-se desse parceiro, pondo fim a essa relação.

Solução que, muitas vezes, trata-se de um escape à sobrevivência dessa pessoa que se encontra no extremo da exaustão emocional.

Passam-se os anos e esta mesma pessoa encontra outro parceiro que por “coincidência” apresenta o mesmo quadro de alcoolismo ou o mesmo caráter agressivo. Continuar lendo