2 a 4 Anos: Tão tranquilas que preocupam…

Recebemos inúmeros comentários sobre a fase de 2 a 4 anos de crianças e procuramos organizá-los para facilitar a consulta para quem possa se interessar. Esses são aqueles relacionados às crianças tranquilas que até preocupam aos pais.

Para mais informações sobre esta fase etária, veja os links a seguir:

“Mente de 2 a 4 anos”

  1. Criando Um Ambiente de Aprendizado…
  2. Comportamento, Disciplina, Agressividade
  3. Manias e Tiques
  4. Desenvolvimento (Fala/Vocabulário, Desenvolvimento Motor)
  5. Adaptação na Escolinha
  6. Timidez e Autoestima fragilizada
  7. Identificação sexual
  8. Sexualidade nesta fase?
  9. Amamentação nesta fase
  10. Difícil colocar para dormir
  11. Ciúmes de um dos pais
  12. Tão tranquilas que preocupam…
  13. Chorando muito…
  14. Medos…
  15. Alimentando-se pouco…
  16. Largando as fraldas...
  17. Preferência por um dos pais
  18. Largando a chupeta

XXX

Comentário por Luciana | Setembro 5, 2008

Olá, minha filha tem 4 anos e sempre foi esperta, carinhosa demais, ligada no mundo a sua volta, está sempre pronta a ajudar, comportada até demais, organizada também. Com muito diálogo em casa sempre procuro explicar o porquê de cada não, elogio sempre tudo o q ela faz, sempre olhando nos olhos etc. Seu comportamento sempre foi muito maduro para sua idade. Com os amigos ela nunca consegue “brigar” pelas suas idéias e vontades ex: brincadeira de mãe e filha ela quer ser a mãe mas a outra n deixa ela acaba sempre cedendo pq diz q senão n brinca. Ela está numa escola nova tenta fazer amigos mas diz q nunca é chamada para brincadeiras, sempre ela quem chama e diz estar se sentindo sozinha, q n tem ninguém que fique “com ela” (melhor amiga). Na outra escolinha tinha a “melhor amiga”. Não exijo nada dela só explico o porquê de organizar suas coisinhas (e quando, raramente, deixa espalhada não falo nada pois acho isso normal), de como é bonito ser educada (dizer por favor e obrigada) etc. Será que por tentar educar acabei errando? Acho q ela não se comporta como criança não como as outras. Ela repara e comenta comportamentos dos outros amigos quando são rebeldes, jogam seus brinquedos, brigam etc. Sinto ela muito frágil emocionalmente. Não sei como ajudar.

Marilena responde:

Há algumas crianças que desde muito cedo já demonstram seu perfil.

Há aquelas que brigam por qualquer coisa, há as que cedem quase sempre e há as que são intermediárias, mais pacifistas, etc… Talvez, sua filha seja uma delas.

Você poderia ajudá-la se pudesse identificar algumas amigas mais próximas e convidando-as para brincarem com sua filha (desde que ela queira, é claro). Talvez, ela seja mais amiga de poucas crianças do que de muitas. A troca de “casas” entre amigas por uma tarde ou algumas horas, poderá fortalecer sua filha no sentido de mostrar a ela que ela pode e consegue fazer amizades.

Observe esses detalhes de preferência em sua filha e tente estimular esse seu lado para que ela se sinta mais segura.

Retorno da mãe:

Deus sabe como coração de mãe às vezes aperta!! Agradeço por mim e por tantos outros que mesmo sendo pessoas desconhecidas, foram merecedoras, acima de tudo, da sua atenção e do seu carinho. Muito obrigada!

Luciana.

2 opiniões sobre “2 a 4 Anos: Tão tranquilas que preocupam…

  1. meu filho mais velho sempre foi muito inteligente. ele tem 4 anos e desde 1 aninho ele gosta muito de livros. ficava horas folheando os livro e depois me mostrava para eu ler as historinhas para ele. aos dois anos e meio ele me surpreendeu chegando até mim com uma revista e dizendo: ” olhos ” e eu olhei e estava escrito a palvra “olhos” sem ter nenhuma gravura. peguei umas folhas e escrevi 10 palavras diferentes e li uma vez para ele e em seguida perguntei o que estava escrito. ele leu todas. todos da família ficaram encantados e, acho que ele se sentiu estimuldo com nosso contentamento. bem ele começou a frequentar a escolinha desde então e se adaptou muito bem: brincando com os amiguinhos da idade dele, fazendo as atividaes lúdicas e tudo o mais. agora ele está com 4 anos e se mostra muito inseguro. não me conta como foi na escola, se alguém bate ele não me diz, se recusa a comer frequentemente e não aceita mais as atividades paraidade dele; se irrita quando um amiguinho não entende o que ele explica. diz: mãe ele não sabe fazer o que eu falo……. mesmo nunca eu ter força ele a aprender acho que de certa forma ele está chateado por saber o que as outras crianças da idade dele não sabe……. na escola os amigos dele ( que ele selecionou) tem entre 7 e 9 anos de idaade……. ele já lê e escreve tudo, sabe todas as formas de letras (cursiva, forma, etc.), faz calculos matemáticos ( como po exemplo o valor de delta)….. tudo o que vc ensina uma vez ele aprende imediato……. estou preocupada, pois não quero que ele amadureça antes da hora, e sinto que ele está sofrendo com isso…… tenho mandado ele para escola apenas dois dias por semana e nos outor dias ele fica comigo assistindo tv e brincando….. ele ainda é muito infantil e não sei como lidar co o que está acontecendo…… sinto-me culpada por ter elogiado-o quando demonstrou tanta inteligencia….parece que ele se sente obrigado a saber sempre mais para nos agradar………. bem, o que devo fazer? será que o tiro da escola e deixo e o coloco em outra só com crianças da idade dele? será que devo parar de responder quando ele vem com um livro do quinto ano, para crianças de 12 anos, perguntando como resolve aquela conta matemática……… não sei o que fazer…… ele é meu bebe ainda e não quero que seja umadulto traumatizado………. é uma crianças feliz, mas essa timidez, esse medo e intolerancia com os erros será que é culpa minha………. estou disposta a tirá-lo da escola, fico com pena pois ele adora os amigo………. o que devo fazer para que ele se sinta mais seguro e em relação a esse comportamento? ( a aprendizagem acelerada)…….?

  2. Marilena responde:
    Você não deve deixar de estimulá-lo.
    A inteligencia que ele tem se manifesta naturalmente, como aconteceu com a primeira palavra lida por ele. Isso naturalmente irá continuar e você não deve negligenciar isso.

    Se ele é mais acelerado no aprendizado na escola que outras crianças, talvez você deva colocar tudo isso para o suporte da diretoria, psicopedagoga, se houver ou psicóloga infantil.

    A escola deve ter algum suporte nessa área e caso não tenha, poderá indicar uma psicóloga infantil para que melhor possa orientar você.

    Crianças como ele, geralmente, perdem o interesse em assuntos corriqueiros dados na sala de aula e talvez isso esteja acontecendo com ele. Como ele deve aprender rápido, ele sempre fica defasado (adiantado) em relação às atividades e às outras crianças e nada mais o estimula.

    Procure orientação nesse sentido com uma boa profissional para ajudá-la.

    Deixe seu filho na escola, na frequencia que tem mantido até uma
    consulta com a psicólog infantil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s